segunda-feira, 15 de junho de 2009

BORBOLETEANDO


Borboleteando...
Hoje a noite é nossa.
O doce ensaio.
A aurora que canta e espanta
Não é a mesma que outrora partiu.


Borboleteando...
Cada dia será uma fabula
O dia e a noite se encontram
O girassol e a borboleta a sorrir
E o céu, jardim a luzir.


Borboleteando...
A minha, a nossa história
No cheiro bom de uma saudade
Esperei e a encontrei.


Borboleteando...
não temas, alivie seu voar.
não recue, beije sem parar.


Borboleteando...
Hoje a noite é nossa
O girassol que se abre
Já é tempo de borboletear.
Hoje e sempre.
Estarei a esperar.

BAERDAL, Cálice sem fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Will e Louisa, como eu sou depois de vocês.

Olha o sonho de estradas esquisitas, a maturação do que é solidez e a continua ausência de quem partiu dos nossos braços. Tem que fic...