quarta-feira, 12 de junho de 2013

Feliz dia dos enamorados

Gosto de ver teu riso solto pelas ruas
Acompanho e deles me banho, me perco.
bouganvilles nas ruas como se fosse botões de rosas desabrochando em primavera
Veneram-te os sabiás, dos seus cantos te presenteiam com a mais linda poesia, como a lua que com o seu brilho contempla o mar.
As copas das mais lindas árvores se apresentam como tapetes ao seu passar
E essa gargalhada tão grandiosa como os Alpes que buscam as estrelas

Teu passo livre como os vôos e tuas mãos que seguram a minha como a segurança de uma criança ao beijar a mãe.

Leandro Tavares - Baerdal
Cálice sem fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Will e Louisa, como eu sou depois de vocês.

Olha o sonho de estradas esquisitas, a maturação do que é solidez e a continua ausência de quem partiu dos nossos braços. Tem que fic...