sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Você da Rússia


Ei você que esta na Rússia

Veem, me puxa.

Tira-me do desassossego

Insufle um beijo com lampejos

Leva pra Moscou

E oferece uma vodka bem forte

Solta teu riso vermelho

E destoa-me em plena plyaska

Investe,

Chama sem rodeios...

Ensina-me essa dança

E prometo que te sigo sem dramas.


Leandro Tavares - Baerdal
Cálice sem fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Will e Louisa, como eu sou depois de vocês.

Olha o sonho de estradas esquisitas, a maturação do que é solidez e a continua ausência de quem partiu dos nossos braços. Tem que fic...