quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Reencontro


Deixaram-me também.

E já não me sinto assim tão só

Fecho os olhos e de longe sorrisos enxergam-me

Ainda sim pelejo meu eu fincado em mim

O rosto engelhou de tantas lagrimas que suportaram

Mas sabe aquele convite de ser feliz?

Ainda há de resguardar minha dor.

E o melhor de mim ainda virá.

Meu cabelo é seco

Tens o volume raso

E meus olhos são chocalhos

O sorriso de sincero é farto, meus pais não me entendem

Mas até acho que é melhor assim

Pois chega minha paciência

Minha mãe do meu pai separou

Foi até melhor pra mim

Toda felicidade é batalha

E meio dia e meia o tempo passa

Reencontro-me e sinto bem.


LEANDRO TAVARES - Baerdal

Cálice sem fim

6 comentários:

  1. só fico feliz com esses reencontros, ainda que momentaneos e passageiros!

    ResponderExcluir
  2. Olá Baerdal!

    Estou novamente trazendo um selinho pra ti, vou explicar. É que este selo, sempre admirei, então desta vez decidi repassá-lo para os amigos que percebo similaridade na forma de escrever.
    Não te sinta obrigado ao ritual de repasse, apenas receba-o!
    Encontrarás em: http://tintadotinteiro.blogspot.com/2010/11/selo.html

    Ah, logo que possível volto aqui pra comentar este texto....

    Abraços da MariAne
    Abraços da MariAne

    ResponderExcluir
  3. !Toda felicidade é batalha."
    Nuito linda essa poesia.
    Beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  4. Ao perdestes achastes,
    ao esquecestes encontrastes!

    Reencontrastes....e bem.
    O melhor está ainda por vir.

    Abraços meus!♥

    ResponderExcluir
  5. Ok, agora ao som de Beirut, releio teu reencontro

    Reencontra-te!
    Deixaram-te ?
    Deixou você também lá trás, o que o passado tão bem passou
    E na festa da vida tornas a bailar
    em tercetos e rodopios
    palavras e valsas
    saltos e gritos.
    Reconhece dentro de ti
    os grilhões que te prendiam
    solta-os ou faze deles teu senhorio
    a escolha é tua.
    .....
    Das tantas lágrimas que verteram,
    faze-as cascata viva de um novo respirar
    Suportas tormentas e vendavais
    quando num mergulho dentro de ti
    contempla tua verdade, digna de plena essência.

    Ser feliz, estar feliz!? Real ou ilusionario.
    Não se compra um sentimento, vive-o no momento

    Sim o melhor virá, virá ao externo porque dentro de ti já se encontra
    .....
    Quando podes conhecer tua vida, bela e rusga essência; e reconhecer-te como obra prima a ser contemplada, assumes a responsabilidade de cada escolha feita. Então esta liberdade remete a maturidade de escolhas. Escolhas feitas a cada dia.
    Escolhes ser feliz, feliz vive tua escolha.
    .....

    Reencontra-te e sente-se bem!
    Deixaram-te e já não te sentes mais tão só...

    ResponderExcluir

Will e Louisa, como eu sou depois de vocês.

Olha o sonho de estradas esquisitas, a maturação do que é solidez e a continua ausência de quem partiu dos nossos braços. Tem que fic...