quinta-feira, 23 de março de 2017

É preciso


Não é sobre ter o egoísmo pra se
E principalmente a quem nos ama
É poetizar
Amar
Acordar e saber que tem alguém pensando por nós.
É desamarrar um nó
E ver que a água segui ao mar
É amar a luz da lua e ver teu olhar
É andar em campo vasto e sentir teu abraço
É não ser egoísta e saber respeitar
É ver teu aceno e saber despertar
É saber que dois corações
Podem se reinventar
É ouvir uma melodia
E a água brotar
É saber que nem todo poema
pode ser seu.
mas que pode reescrever todos os seus...
é um sorriso na face que esqueceu
é não ser egoísta e saber que o céu está sobre nós
é preciso não esquecer os problemas
mas é preciso não ter egoísmo
e saber da abrigo e proteger e assim entender que o amor há de vencer..

Leandro Tavares - Baerdal
Cálice sem fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Will e Louisa, como eu sou depois de vocês.

Olha o sonho de estradas esquisitas, a maturação do que é solidez e a continua ausência de quem partiu dos nossos braços. Tem que fic...